Cidade Das Luzes Que Cegam

Blog de Vitor Novais, poemas, meus desenhos, e muito papo-furado. Seja bem-vindo.

Minha foto
Nome:
Local: São Paulo, SP, Brazil

Um cara tranqüilo, que ama olhar tudo o que se move e tudo o que pára de se mover, para andar novamente. Eu mesmo paro para olhar o movimento das nuvens, dos carros e das formigas. Tudo que se move é vida, e o que pára nem sempre está morto. Você entendeu o que quero dizer?

quinta-feira, agosto 20, 2009

Wim Wenders no quarto 666, genial!

O cienasta Gustavo Spolidoro colocou Wim Wenders em frente a uma câmera num quarto de hotel, na ocasião da visita do cineasta alemão ao Brasil no ano passado. Numa inversão de papéis, Wenders fala sobre o futuro do cinema, da mesma forma que fez falar os cinestas: Michelangelo Antonioni, Jean-Luc Godard, Spielberg, Herzog, Fassbindider entre outros em seu filme Quarto 666, gravado durante o Festival de Cannes de 1982, a um 1/4 de século atrás, como ele mesmo comenta no curta, dando ênfase ao tempo que passou e faz um depoimento revelador do ponto de vista de quem presenciou a chegada do VHS no começo dos anos 80 (uma aparente ameaça às salas de cinema) e a tecnologia que avançou até os dias de hoje no audio-visual.

É interessante assistir Wim Wenders tentando responder uma questão criada por ele mesmo e uma tremenda sacada do diretor Spolidoro que, foge daquela babação de ovo sem conteúdo que vira e mexe acontece, quando se têm a oportunidade de trabalhar com ícones, ídolos ou simplesmente um dos maiores cineastas conteporâneos, na minha humilde opnião. Spolidoro fez bonito, prestou um serviço honesto para cinéfilos, futuros diretores ou mesmo qualquer pessoa que admire o cinema silencioso e contemplativo de Wenders, De Volta ao Quarto 666 é para ser visto e refletir depois.

Descobri esse curta na matéria de Luiz Carlos Merten/EstadãoOnline de hoje. E o 20º Festival de Curtas internacional começa hoje em Sampa e os endereços estão logo a abaixo. Vou com certeza, ainda mais por que é na faixa, é só chegar uma horinha antes e conferir os curtas mais recentes, pra ficar antenado.


Serviço

Cinemateca Brasileira. Largo Senador Raul Cardoso, 207, 3512-6111
Cinesesc. Rua Augusta, 2.075, 3087-0500
MIS. Av. Europa, 158, 2117-4777
Espaço Unibanco. Rua Augusta, 1.470, 3288-6780
Centro Cultural São Paulo. Rua Vergueiro, 1.000, 3392-4002
Centro Cultural da Juventude Ruth Cardoso. Av Deputado Emílio Carlos, 3.641, 3984-2466
Cine Olido. Av São João, 473, 3331-8399
Cinusp. Rua do Anfiteatro, 181, 3091-3540
Faap. Rua Alagoas, 903, 3662-7000
Cineclube Grajaú. Rua Professor Oscar Barreto Filho, 252, 3214-3960

3 Comments:

Anonymous Thaís Bologna said...

Querido,

o curta De Volta ao Quarto 666 é de Gustavo Spolidoro.

O curta de André Queiroz e Thaís Bologna que o Luiz Carlos Merten citou é o "Ernesto no País do Futebol", o que tem a foto com o menininho em cima da bandeira do Brasil!

6:57 PM  
Blogger Vitor Novais said...

Thaís, mil perdões pela comida de bola! Fiz confusão, mas já corrigi. Muito obrigado! Agora vou caçar seu trabalho pra dar uma olhada, espero encontrá-lo na rede, ou vou ter que assistir na mostra. Enfim, no acabei tendo sua visita no meu Blog, fiquei honrado!

abrs,

7:13 AM  
Blogger Elucubrada said...

coloca o "nosso" filme ae!!!

1:02 PM  

Postar um comentário

<< Home